Imagem de: Walmart agora aceita pedidos de compras via WhatsApp no México

Walmart agora aceita pedidos de compras via WhatsApp no México

1 min de leitura
Avatar do autor

O Walmart do México anunciou o início das operações de pedidos de compras de mercado feitos via mensagens do WhatsApp. Com a ideia de usar redes menores que foram compradas pela multinacional, a empresa pretende aproveitar a popularidade do aplicativo para alcançar um público ainda maior de consumidores.

Assim como acontece no Brasil, o México tem no WhatsApp uma das principais ferramentas para comunicação nos dias de hoje — algo que chamou a atenção do Walmart, que pretende usar a rede de supermercados Superama para fazer as suas entregas.

Para testar o serviço, a Reuters tentou fazer um pedido enviando uma foto da lista de produtos que desejava. Logo em seguida, um representante respondeu à mensagem, utilizando emojis. Em pouco tempo, o valor total da compra foi informado. A entrega em até 90 minutos sairia por 49 pesos (aproximadamente R$ 9,80); no caso de entrega mais tarde, seriam 39 pesos (aproximadamente R$ 7,80). As formas de pagamento aceitas são dinheiro ou cartão.

(Fonte: Reuters/Reprodução)

A rede Superama é responsável por 92 das 2.459 lojas do Walmart no México. A empresa, a maior dona de supermercados dos Estados Unidos, está presente em vários países, inclusive no Brasil. A rede Superama já atendia a pedidos de compras feitos remotamente através do seu site oficial e um aplicativo para smartphones, além de um app da empresa Cornershop, que vende produtos de outras lojas.

Recentemente, o Walmart tentou comprar comprar a Cornershop, que opera no México e no Chile, mas foi impedido pelo governo mexicano, pois não deixaria espaço para empresas rivais trabalharem em pé de igualdade nas entregas de pedidos feitos pelo aplicativo.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Walmart agora aceita pedidos de compras via WhatsApp no México