Microsoft removeu laptops da Huawei de sua loja eletrônica, de acordo com o The Verge. Apesar da empresa dona do Windows não ter se pronunciado sobre o assunto, a definição vem na esteira do corte de relações de empresas de tecnologia sediadas nos EUA e a gigante chinesa, incentivado pelo governo norte-americano.

Na Microsoft Store não é possível mais encontrar nenhum hardware da Huawei. Na semana passada ainda se podia encontrá-los em uma listagem cache.

Impacto negativo

A possível proibição do Windows em computadores da marca chinesa pela Microsoft também pode afetar as soluções de servidor da empresa chinesa. Isso porque as duas companhias operam uma solução de nuvem híbrida, usando servidores Huawei certificados pela Microsoft.

A extensão de 90 dias para fornecer atualizações de software para aparelhos com Android e manter a operação contínua de redes e equipamentos existentes fornecida pela Huawei, parece não se aplicar à Microsoft. O que significa que a extensão de licenças do Windows para laptops da empresa pode não acontecer.