AliExpress promete cortar pela metade o tempo das entregas para o Brasil

1 min de leitura
Imagem de: AliExpress promete cortar pela metade o tempo das entregas para o Brasil
Avatar do autor

Quem compra importados normalmente é seduzido pelos aparelhos que não são fabricados por aqui e pelo preço. A procura por itens chineses, especialmente os celulares, aumentou bastante nos últimos anos e com essa demanda também vieram a demoras e os atrasos, devido ao grande volume de entregas via Correios. Agora, a AliExpress promete cortar o tempo atual esperado pelos consumidores brasileiros pela metade.

A ideia é que objetos que demoram um mês para chegar até você agora sejam entregues em duas semanas

Segundo o Olhar Digital, o grupo anunciou uma parceria com a Cainiao Network, plataforma logística que criou uma solução chamada de “AliExpress Premium Shipping”, que pode chegar a uma redução de 22 a 28 dias após a data de confirmação do pedido. A ideia é que aqueles itens que demoravam um mês para chegar até sua casa agora venham em torno de duas semanas. As encomendas são rastreáveis a economia pode chegar a 59%. O serviço foi idealizado justamente para atender grandes lotes.

E-COMMERCEFonte: Pixabay

E como conseguir tudo isso? O acordo prevê agilidade com processamento de ponta a ponta e o espaço de transporte assegurado por conta da otimização do trabalho aduaneiro e de velocidade nos canais de transporte terrestre, com ajuda de colaboradores locais. Por enquanto, não há a divulgação desses associados.

Mercado brasileiro é um dos mais importantes para o grupo Alibaba

Segundo comunicado enviado aos periódicos, o varejo brasileiro, com total de U$ 1,107 bilhão, apresenta grande alta no comércio eletrônicos nas últimas temporadas — a procura por acessórios de telefonia móvel, relógios inteligentes, eletrônicos de consumo e brinquedos anda bastante aquecido por aqui.

Com 40 categorias e milhares de produtos, essa novidade do AliExpress confirma a “invasão chinesa” em solo tupiniquim nesta temporada e aparece em um momento interessante. A Xiaomi retorna ao país com distribuição da DL Eletrônicos e a Huawei lança os smartphones top de linha P30 ProP30 Lite nesta sexta-feira (16) — mas será que o pessoal não vai continuar preferindo a importação, especialmente com a facilidade do “Premium Shipping”?

Assinatura The BRIEFVenha para o The BRIEF

Comentários

Conteúdo disponível somente online
AliExpress promete cortar pela metade o tempo das entregas para o Brasil