Após 18 anos, Eric Schmidt deixará Google e conselho da Alphabet

1 min de leitura
Imagem de: Após 18 anos, Eric Schmidt deixará Google e conselho da Alphabet
Fonte: Wikipédia/Guillaume Paumier
Avatar do autor

A partir de junho deste ano, Eric Schmidt deixará o conselho da Alphabet e, por consequência, não fará mais parte do quadro de funcionários da Google. Vale lembrar que desde o ano passado ele já não ocupa o posto de presidente-executivo da dona da empresa de Mountain View, mantendo apenas sua cadeira no conselho, para o qual não tentará a reeleição no próximo mês.

Em mensagem divulgada em seu perfil oficial no Twitter, Schmidt ressaltou que, apesar da saída, pretende permanecer como consultor técnico da Alphabet e da Google. Outro detalhe mencionado é que seu afastamento pretende ajudar “a nova geração de talentos a colocar suas ideias em prática” e gerar mais tempo para que possa se dedicar a sua organização filantrópica, a Schmidt Futures.

Carreira

Antes de ingressar na Google, Schmidt foi diretor-executivo da Novell, de 1997 e 2001, além de contribuir com a Sun Microsystems como primeiro engenheiro de software da empresa. Em 2001, passou a fazer parte do quadro de funcionários da Gigante das Buscas com o intuito de supervisionar Larry Page e Sergey Brin, fundadores da companhia. Ele também participou de grandes aquisições ao longo do tempo, como YouTube e DoubleClick.

Vale ressaltar que, há 6 meses, a Google foi examinada por autoridades após o The New York Times divulgar casos de má conduta sexual. A reportagem revelou o pagamento de US$ 150 milhões a Andy Rubin, criador do Android, durante uma investigação de assédio; posteriormente, o nome de Schmidt foi mencionado em um processo que acusou a empresa de encobrir casos de assédio sexual de vários executivos.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Após 18 anos, Eric Schmidt deixará Google e conselho da Alphabet