Microsoft entra para o seleto clube das gigantes de US$ 1 trilhão

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft entra para o seleto clube das gigantes de US$ 1 trilhão
Avatar do autor

Microsoft apresentou nesta quarta-feira (24) os resultados financeiros do primeiro trimestre deste ano; o faturamento de US$ 30,6 bilhões levou suas ações para as alturas, com alta de 4,5% na bolsa Nasdaq. Foram apenas alguns minutos, mas o suficiente para levar a companhia de Redmond ao valor de mercado de US$ 1 trilhão.

O feito coroa os esforços do CEO Satya Nadella, que vem diversificando as frentes da empresa, com o avanço da nuvem Azure, a otimização do pacote Office 365 e o crescimento do LinkedIn. O Windows, o setor de games com o Xbox, sua plataforma de busca e a linha Surface também tiveram um desempenho sólido, com lucro líquido de US$ 8,8 bilhões no primeiro trimestre.

Os próximos meses são muito importantes para a Azure, que disputa com a Amazon Web Services um contrato de US$ 10 bilhões do Departamento de Defesa do governo estadunidense. Nesse caso, a exposição de uma vitória no mercado é tão importante quanto a verba.

Vale lembrar que AppleAmazon já alcançaram esse patamar anteriormente e podem voltar para o “clube dos trilionários” nos próximos dias, pois ambas estão atualmente com valor de mercado acima de US$ 950 bilhões.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft entra para o seleto clube das gigantes de US$ 1 trilhão