EUA aumentam pressão para que Alemanha pare de usar tecnologia da Huawei

1 min de leitura
Imagem de: EUA aumentam pressão para que Alemanha pare de usar tecnologia da Huawei
Avatar do autor

Dando sequência a uma disputa antiga – e que não deve terminar tão cedo – o governo dos EUA aumentou a pressão para que países aliados parem de utilizar tecnologia da chinesa Huawei em suas infraestruturas. As informações são do jornal The Wall Street Journal.

Segundo a publicação, o governo norte-americano pode parar de compartilhar informações de inteligência com a Alemanha caso o país europeu continue utilizando equipamentos da Huawei na implementação da sua futura rede 5G. Esses detalhes estavam em uma carta enviada pelo embaixador dos EUA para o ministro da economia alemão.

Nos últimos anos, a administração do presidente Donald Trump vem tentando convencer diversos países a parar de utilizar equipamentos de empresas chinesas. A alegação é de que essa infraestrutura poderia ser utilizada pela China para espionar a comunicação das outras nações e obter segredos, além de deixar os países suscetíveis a ataques cibernéticos.

Embora alguns aliados dos norte-americanos, como Austrália e Nova Zelândia, tenham seguido a recomendação, muitos países europeus questionam o fato de os EUA não terem apresentado nenhuma prova pública de que essas falhas de segurança realmente existem.

A tensão entre Huawei e EUA aumentou após Meng Wanzhou, diretora financeira e filha do fundador da companhia, ter sido presa no Canadá sob a acusação de fraude financeira e violação de sanções comerciais. Pouco depois, a empresa, que alega inocência, anunciou que vai abrir um processo contra o governo dos EUA com a justificativa de que proibir o uso de seus equipamentos seria inconstitucional.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
EUA aumentam pressão para que Alemanha pare de usar tecnologia da Huawei