Conheça os aviões particulares dos bilionários do mundo da tecnologia

3 min de leitura
Imagem de: Conheça os aviões particulares dos bilionários do mundo da tecnologia
Avatar do autor

Ter um avião particular é a maior prova do tamanho da fortuna que uma pessoa pode ter. O mesmo, claro, aplica-se aos bilionários do mundo da tecnologia, que chegam a ostentar mais de uma aeronave. Não é muito fácil descobrir o modelo que nomes ligados a gigantes, como a Google e a Microsoft, são donos. Mas o Business Insider – site especializado em finanças – registrou recentemente alguns deles. Confira.

Charles Simonyi (ex-desenvolvedor da Microsoft)

Fonte: Nasa.

Patrimônio: 3 bilhões de dólares.

Charles Simonyi é desenvolvedor de software e supervisionou a criação do Microsoft Office. Ele deixou a empresa de Bill Gates há 17 anos, mas sua carreira de sucesso foi o suficiente para torná-lo bilionário e dono de um jato da linha Dassault Falcon, estimado em milhões de dólares. Além disso, Simonyi foi a primeira pessoa a ir duas vezes ao espaço como turista espacial.

Fonte: Wikimedia Commons.

Richard Branson (Virgin Group)

Fonte: CNBC.

Patrimônio: 4,1 bilhões de dólares.

O fundador da Virgin Group – que engloba divisões em vários ramos, como o aéreo e espacial – gosta de gastar seu rico dinheiro em muitos veículos. Dentre eles, um pequeno jato Dassault Falcon 50EX, de quase 4 milhões de dólares, que ele usa para passeios, como até sua ilha particular nas Ilhas Virgens Britânicas, no Caribe.

Fonte: Wikimedia Commons.

Elon Musk (Tesla e SpaceX)

Fonte: Wikimedia Commons.

Patrimônio: 21,2 bilhões de dólares.

O nome de Elon Musk está em todos os lugares, devido ao sucesso e polêmicas frente às suas companhias, Tesla e SpaceX. Envolvido em grandes projetos, ele gosta de atravessar o mundo em seu jato Gulfstream G650ER, avaliado em cerca de 70 milhões de dólares. Só em 2018, Musk teria viajado mais de 150 mil milhas no avião particular, o que teria gerado o custo de 700 mil dólares à Tesla.

Fonte: Gulfstream.

Larry Ellison (Oracle)

Fonte: Wikimedia Commons.

Patrimônio: 64,1 bilhões de dólares

O cofundador da Oracle Corporation é piloto licenciado e gosta de ter jatos militares. Por isso, ele é dono de dois modelos desse tipo: um MiG-29, caça da União Soviética – avaliado em cerca de 22 milhões de dólares –, e um SIAI-Marchetti S.211, jato militar de origem italiana, de 3,3 milhões de dólares.

À esquerda, SIAI-Marchetti S.211; à direita, MiG-29. Fonte: Wikimedia Commons.

Sergey Brin e Larry Page (Google)

Fonte: Wikimedia Commons.

Patrimônio: 51,6 bilhões e 52,8 bilhões de dólares, respectivamente.

Os fundadores da Google são donos de uma frota de aviões, que dentre os modelos está um Boeing 767-200, que pertencia à companhia australiana Qantas e foi comprado em 2005 por 15 milhões de dólares. A aeronave teve seu interior completamente redesenhado para se tornar um jato particular com capacidade para 50 passageiros. Além disso, a dupla é proprietária de um terminal privado, construído no Aeroporto Internacional de San Jose, na Califórnia.

Fonte: Wikimedia Commons.

Bill Gates (Microsoft)

Fonte: Wikimedia Commons.

Patrimônio: 97,4 bilhões de dólares.

Bill Gates por vários anos liderou o ranking de pessoas mais ricas do mundo. Mesmo assim, ele sempre foi visto como um sujeito bem discreto. O mesmo não se pode dizer sobre seu elegante Bombardier BD-700 Global Express, um jato que pode acomodar até 19 pessoas. O CEO da Microsoft considera a aeronave sua grande “ostentação”, que custa em média 40 milhões de dólares.

Fonte: Wikimedia Commons.

Jeff Bezos (Amazon)

Fonte: Wikimedia Commons.

Patrimônio: 134 bilhões de dólares.

Depois de ver sua Amazon se tornar a companhia de maior crescimento em 2018, Bezos também passou a ser considerado o homem mais rico do mundo. Claro, a fortuna acumulada combina perfeitamente com seu jatinho Gulfstream G650ER, o mesmo modelo adquirido por Elon Musk.

Fonte: Gulfstream.

Steve Jobs (Apple)

Fonte: Wikimedia Commons.

Antes de falecer, em 2011, Steve Jobs foi proprietário de um jato Gulfstream V. A aeronave com capacidade para transportar 15 pessoas foi uma espécie de presente da Apple ao seu fundador, em 2002. Mais tarde, ele foi vendido a Jony Ive, chefe de design de produtos da companhia, pela viúva de Jobs, Laurene Powell Jobs. O legado de Jobs na Apple continua, pois é a marca mais bem avaliada do mundo, custando 182,8 bilhões de dólares, segundo a Forbes.

Fonte: Wikimedia Commons.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Conheça os aviões particulares dos bilionários do mundo da tecnologia