De acordo com uma reportagem do The Information, a Huawei teria abordado diversos fornecedores da Apple para tentar roubar segredos industriais da companhia norte-americana. A publicação fala especificamente de um caso em que a chinesa teria tentado conseguir informações sobre o recurso de eletrocardiograma dos novos Apple Watch.

Fontes anônimas do veículo afirmaram que engenheiros que trabalham em um projeto de smartwatch da Huawei fizeram uma reunião com um fornecedor da Apple no ano passado. Na conversa, os engenheiros teriam tentado fazer com que o fornecedor vazasse especificações dos sensores de eletrocardiograma do novo Apple Watch em troca de grandes encomendas de peças.

Representantes da Huawei disseram para o fornecedor que o design do seu novo produto era similar ao da Apple

O site chega a afirmar que os representantes da Huawei disseram para o fornecedor que o design do seu novo produto era similar ao da Apple, mas não quiseram compartilhar as renderizações. Eles teriam pedido ao fornecedor para estimar um preço geral tentando fazer com que o fornecedor revelasse o preço dos componentes da Maçã.

Em outro caso, um engenheiro da Huawei teria enviado uma foto de um componente para um fornecedor diferente que também trabalha com a Apple dizendo o seguinte: “sinta-se livre para sugerir um design com o qual você já está familiarizado”, na expectativa de que o fornecedor devolvesse uma estimativa de preço com alguma informação sobre produtos da Apple.

Sinta-se livre para sugerir um design com o qual você já está familiarizado

Além de tentar conseguir segredos industriais sobre os relógios da Apple, representantes da Huawei teriam copiado um esquema de dobradiça dos MacBoooks de 2016 da Apple para implementar no Huawei Matebook Pro. Eventualmente, a chinesa lançou seu produto com um componente realmente similar ao da Maçã.

Há ainda suspeitas de que representantes da Huawei teriam subornado funcionários das linhas de produção de fornecedores da Apple, pedindo para que eles desenhassem em papel alguns componentes sendo produzidos ali. Isso porque não é bem difícil contrabandear peças inteiras ou mesmo tirar fotos por conta do controle de segurança na entrada e saída desses espaços.

Por fim, o jornal ainda conversou com um ex-funcionário da Apple que teria se candidatado a uma vaga de empresa na Huawei. Na entrevista, essa pessoa teria sido praticamente interrogada sobre vários segredos da Apple. “Eles estavam mais interessados em descobrir coisas sobre a Apple do que em me contratar”, teria dito a fonte.

Cupons de desconto TecMundo: