Google pagou US$ 10 bilhões para continuar como buscador padrão em iPhones

1 min de leitura
Imagem de: Google pagou US$ 10 bilhões para continuar como buscador padrão em iPhones
Fonte: redmondpie
Avatar do autor

De acordo com estimativas da Goldman Sachs, a Google teria pagado algo entre US$ 9 bilhões e US$ 10 bilhões para a Apple a fim de continuar como o buscador padrão em dispositivos iOS, o que inclui iPhones e iPads, durante o ano de 2019. A empresa de investimentos, contudo, afirma que Maçã não deveria depender tanto do dinheiro da Google nesse setor.

A Goldman Sachs acredita que 20% de toda a renda do setor de serviço digitais da Apple venha diretamente da Google em forma de pagamentos anuais para fornecer busca para usuários do iOS. Contudo, o ritmo de crescimento dessa receita vem desacelerando significativamente, uma vez que a quantidade de usuários do iOS também vem crescendo mais lentamente.

Em 2019, já são quase 900 milhões de aparelhos iOS ativos no mundo de acordo com a empresa de Tim Cook

Com isso, caso a base de iPhones e iPads ativos comece a cair subitamente, a Google pode simplesmente não pagar mais tanto dinheiro para a Maçã. No momento, entretanto, quem tem ditado os preços nas negociações é a Apple, que ainda tem os números de usuários a seu favor. Em 2019, já são quase 900 milhões de aparelhos iOS ativos no mundo de acordo com a empresa de Tim Cook.

“A Apple vai precisar adicionar um bom crescimento à receita do seu setor de serviços digitais por meio de um lançamento bem-sucedido de algo como um ‘Apple Prime’ — o que incluiria streaming de conteúdo original — que pode ser lançado até a metade do ano”, detalha a análise da Goldman Sachs.

Não se sabe, contudo, se o lançamento de um futuro “Apple Prime” possa em pouco tempo fazer os serviços digitais da Apple voltarem a crescer a largos passos. Ainda assim, dependo da oferta, a base leal de usuários da Maçã talvez adote o novo produto em massa.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google pagou US$ 10 bilhões para continuar como buscador padrão em iPhones