Início de 2019 vê grande declínio no volume de câmbio de criptmoedas

1 min de leitura
Imagem de: Início de 2019 vê grande declínio no volume de câmbio de criptmoedas
Avatar do autor

Não é só o valor de uma Bitcoin que continua caindo. Segundo uma pesquisa da empresa Diar, especializada em Blockchains, o volume de câmbio de criptomoedas também alcançou seu pior patamar no início de 2019.

Na Binance, empresa de câmbio mais popular pelo número de transações diárias, o mercado estadunidense da Bitcoin ($BTC) teve uma queda de 40% em relação aos meses anteriores. Seu maior índice no ano passado foi de quase 12 bilhões em fevereiro, comparado a menos de 4 bilhões em janeiro deste ano.

“Isso marca o pior período de transação da moeda desde seu ápice em 2017”, afirma a pesquisa.

A Coinbase, outra popular empresa de câmbio, também teve uma queda similar em suas atividades. Em janeiro deste ano, as transações alcançaram um pouco mais de 1 bilhão em Bitcoins nos Estados Unidos – uma queda de 7 bilhões se comparado ao mesmo período em 2018.

A baixa do mercado conseguiu parar até o crescimento da OKEx no último trimestre de 2018. A criptomoeda de Hong Kong viu seu volume de transação cair abaixo de 4 bilhões pela primeira vez desde novembro, o que quebrou o período de três meses de crescimento contínuo.

Em sua pesquisa, a Diar afirma que o declínio é resultado da falta de volatilidade sentida em todo o mercado de criptomoeda no último ano. Como o preço das criptmoedas está em declínio, o caminho lógico dos investidores é evitar transações no momento para evitar a perda de um lucro que será possível quando o valor voltar a subir.  

Para tentar movimentar o mercado, a Binance recentemente anunciou uma parceria que permitirá a compra de algumas criptomoedas por meio de cartão de crédito. No entanto, a ideia é muito nova para saber se afetará o mercado de forma positiva.

Por sua vez, a Diar alerta que as plataformas de câmbio podem estar entrando um período de “novo platô”, no qual o volume de transações continuará baixo por um tempo enquanto investidores acumulam criptomoedas para uma nova alta do mercado.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Início de 2019 vê grande declínio no volume de câmbio de criptmoedas