O presidente dos Estados Unidos Donald Trump vai assinar um decreto na próxima semana proibindo que operadoras de rede dos Estados Unidos adquiram produtos de companhias chinesas, revelou o site Politico. A informação foi confirmada ao site por três fontes próximas ao mandatário estadunidense e o plano é que a medida entre em vigor antes da MWC 2019, que acontece entre 25 e 29 de fevereiro em Barcelona, Espanha.

Este é mais um episódio da guerra comercial travada entre Estados Unidos e China e deve atingir em cheio as companhias ZTE e Huawei, que vem tendo problemas com a administração de Trump há algum tempo. O presidente do país norte-americano acusa ambas as companhias de comprometerem a segurança nacional do país e de colaborarem com espionagens do governo chinês.

TrumpTrump deve banir ZTE e Huawei no próximo episódio da guerra comercial entre China e EUA. (Fonte: Flickr/Gage Skidmore)

Se o banimento ainda é apenas um rumor, fato é que Trump e seus assessores estão tentando convencer a União Europeia a não adquirir produtos das companhias chinesas para a implementação da tecnologia 5G no Velho Continente.

Órgãos governamentais dos Estados Unidos já estão proibidos de usar produtos dessas e de outras companhias chinesas desde agosto de 2018. Vale destaque, também, a recente prisão da executiva e filha do fundador da Huawei Meng Wanzhou, no Canadá, a pedido dos EUA e o banimento da ZTE, que depois foi trocado por uma multa de US$ 1 bilhão.

ZTE, Huawei e a Casa Branca ainda não se manifestaram publicamente a respeito do tema.