Enquanto a Xiaomi está crescendo vertiginosamente no mercado de smartphones, tendo ultrapassado a Apple e se aproximado bastante da Samsung, a LG vem amargando grandes perdas de dinheiro nesse ramo. A revelação das finanças da empresa no último quarto de 2018 mostrou que a empresa novamente não obteve lucro na área mobile, o que já acontece há dois anos.

O que mais deu dinheiro para a LG foi o setor de eletrodomésticos. A área de entretenimento doméstico, que inclui TVs, surpreendentemente também mostrou queda

A perda registrada pela empresa nos últimos três meses do ano passado foi de 80,7 bilhões de wons, equivalente a US$ 72,5 milhões ou R$ 264,2 milhões. O déficit aconteceu principalmente na divisão mobile da empresa, enquanto que outras áreas foram bem-sucedidas. Durante 2018 inteiro, a empresa como um todo teve receita de 61,3 trilhões de wons, ou US$ 55 bilhões, equivalente a R$ 180,3 bilhões. O lucro da companhia foi de 2,7 trilhões de wons, ou US$ 2,4 bilhões, cerca de R$ 7,8 bilhões.

O que mais deu dinheiro para a LG foi o setor de eletrodomésticos. A área de entretenimento doméstico, que inclui TVs, surpreendentemente também mostrou queda juntamente com os smartphones, mas nada preocupante para a empresa.

A esperança da LG está nas novas linhas de smartphones que serão lançadas ainda no primeiro semestre de 2019, especialmente a família Galaxy S10, para voltar a ter um aumento em vendas. As quedas no comércio de smartphones por parte da empresa sul-coreana chegaram a 17% no último trimestre.