Tesla começou a vendar novas versões de seus veículos elétricos Model X e Model S, mantendo os modelos anteriores com pequenas mudanças nos seus nomes e preços. As novas versões dos carros são mais baratos, mas também trazem bateria menor do que os modelos passados.

A empresa anunciou recentemente que estava descontinuando a bateria de 75 kWh do Model S e Model X, algo que fez com que muitos acreditassem que era indício de um upgrade no hardware dos veículos, mas a Tesla acabou por optar em vender o modelo antigo com uma bateria limitada por software. Dessa forma, passa a produzir apenas um tipo de bateria para o Model S e Model X, de 100 kWh, mas oferecendo duas opções em que uma é reduzida de fábrica, que serão mais baratos.

Os novos Model S e Model X são os modelos de base do sedan elétrico e da SUV, ambos com bateria reduzida por software de 100 kWh. A Tesla não confirmou exatamente o quanto reduzirá das bateria, mas a sua quilometragem com uma carga é maior do que a das baterias de 75 kWh.

Imagem: Reprodução/Electrek

O Model S passa a ser vendido por US$ 85 mil (aproximadamente R$ 316 mil), com capacidade para até 499 km. Já o novo Model X custa US$ 88 mil (aproximadamente R$ 327,7 mil), mas com capacidade para até 434,5 km.

Os modelos com a bateria cheia de 100 kWh, anteriormente conhecidos como Model S e Model X 100D agora serão chamados de Model S e Model X Extended Range, custando US$ 93 mil (perto de R$ 346 mil) e US$ 96 mil (aproximadamente R$ 357,5 mil), respectivamente. O Model S Extended Range tem capacidade para até 539,1 km, enquanto o Model X consegue até 474,7 km.

A empresa ainda deve disponibilizar versões com desempenho ainda melhor dos dois veículos, mas também com valores mais elevados. Os veículos já estão disponíveis no site da Tesla.