Toshiba cria robô capaz de explorar reator da usina nuclear de Fukushima

1 min de leitura
Imagem de: Toshiba cria robô capaz de explorar reator da usina nuclear de Fukushima
Avatar do autor

A Toshiba anunciou a criação de um robô capaz de suportar as condições de um dos núcleos derretidos da usina nuclear de Fukushima, no Japão. O robô deve ser usado para recolher amostras de metal derretido presente dentro de um dos três reatores que derreteram em desastre de 2011.

Em 2011, três reatores da Usina Nuclear de Fukushima, no Japão, derreteram após o local ser atingido por um tsunami. Após terem sido atingidos, o sistema de refrigeramento dos reatores foram danificados, causando o derretimento dos seus núcleos. A ideia da Toshiba é fazer com que seu robô possa avançar o suficiente em um dos reatores e estender um cano de 11 metros e recolher combustível derretido presente em um dos reatores. Vale lembrar que a Toshiba, junto com a General Electric, é responsável pela construção dos reatores da usina.

Uma sonda com uma câmera havia sido enviada para dentro do reator para capturar imagens do combustível derretido, encontrando exatamente onde ele estava, algo que ainda não foi possível com os outros dois núcleos. A empresa está realizando novos testes com o robô no mês de fevereiro para decidir qual material e tecnologia deve aplicar a ele para que possa remover o combustível de maneira eficaz. A retirada e tratamento da área afetada deve demorar décadas para chegar à sua conclusão.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Toshiba cria robô capaz de explorar reator da usina nuclear de Fukushima