A Samsung dará início a um programa de redução da utilização de plástico em seus produtos. Com a novidade, celulares, tablets, relógios e eletrodomésticos passarão a ser embrulhados em papel e plástico reciclados ou feitos com materiais menos nocivos ao meio ambiente a partir do primeiro semestre de 2019, garantiu a companhia em comunicado divulgado neste domingo (27).

Como nem só os materiais que embalam os portáteis da empresa são feitos de plástico, ela garante que as bandejas de suporte também serão feitas como materiais mais amigáveis à natureza. Até mesmo o design do carregador será modificado para ganhar um novo acabamento mate e deixar de lado as proteções de plástico que tradicionalmente cobrem o acessório.

A meta é ter usado 500 toneladas de plástico reciclado até 2030, informa a Samsung

As sacolas que embalam televisões, geladeiras, máquinas de lavar, aparelhos de ar condicionado e outros produtos de cozinha da Samsung também terão o plástico convencional substituído por outros com materiais reciclados e bioplásticos feitos de plástico descartado e combustíveis não fósseis, como amido ou cana de açúcar.

Para garantir que o papel utilizado em seus produtos é sustentável, a Samsung se comprometeu a utilizar apenas fibras certificadas por organizações ambientais de atuação global, como a FSC e a PEFC. A meta é que, em 2030, a companhia tenha usado 500 toneladas de plástico reciclado e coletado 7,5 milhões de toneladas de produtos descartados (valores acumulados desde 2009).