Apple é condenada a pagar US$ 440 milhões para a VirtnetX

1 min de leitura
Imagem de: Apple é condenada a pagar US$ 440 milhões para a VirtnetX
Avatar do autor

A Apple e uma empresa chamada VirtnetX estão brigando nos tribunais dos Estados Unidos há nove anos e um desdobramento para a história chegou nesta semana, e não é positivo para a fabricante dos iPhones.

O Tribunal de Apelações Federal dos Estados Unidos condenou a companhia de Cupertino a pagar uma multa de US$ 439,7 milhões para a VirtnetX, cerca de R$ 1.6 milhão em conversão direta para a nossa moeda. Em um comunicado, a Apple disse que está decepcionada com o resultado da ação legal e tem planos de recorrer legalmente.

A decisão do tribunal é o desfecho de um recurso da Apple encaminhado em 2016. Na época, um tribunal decidiu que a Apple teria que pagar US$ 302,4 milhões para a VirtnetX. Em outro julgamento anterior, as autoridades chegaram a impor uma multa de US$ 625 milhões para a companhia, mas os advogados da empresa da maçã sempre recorrem para tentar anular o julgamento e conseguir um acordo melhor.

A VirtnetX é uma empresa que possui o registro de diversas tecnologias de segurança e rede online. No processo contra a Apple, a empresa alega que a gigante de Cupertino violou patentes de serviços de VPN e também com o famoso recurso FaceTime.

Segundo informa a Reuters, algumas das patentes da VirtnetX envolvidas no processo até já foram consideradas inválidas pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos, mas a VirtnetX continua entrando com recursos para manter os registros.

A Apple não comentou quais serão seus próximos passos na batalha judicial contra a VirtnetX, mas levando em conta que a luta nos tribunais dura desde 2010, é questão de tempo até a dona dos iPhones atacar novamente.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Apple é condenada a pagar US$ 440 milhões para a VirtnetX