O poder da nuvem IBM aplicada no dia a dia

3 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: O poder da nuvem IBM aplicada no dia a dia
Avatar do autor

Não dá para negar que a computação em nuvem vem se popularizando cada vez mais. Embora não tão evidente, sua utilização é o que torna possível o funcionamento de aplicativos e muitos serviços. No entanto, para que não ocorram inconvenientes, são necessários servidores que proporcionem integridade e segurança aos dados, além de permitir que sejam acessados com velocidade de qualquer lugar.

É com esse princípio que a IBM disponibiliza seus serviços — que são mais de 170. Combinando qualidade incontestável e versatilidade, o IBM Cloud disponibiliza sistema de gerenciamento de bancos de dados (SGBD) — que garantem integridade, consistência e alta performance —, suporte ao desenvolvimento de aplicações e fácil acesso a ferramentas com inteligência artificial Watson, capaz tanto de proporcionar uma nova experiência para os usuários quanto de gerar insights para empresas.

Para otimizar o trabalho de desenvolvedores, há Starter Kits e ferramentas de pipeline e CLI.

As inúmeras aplicações vão além do nicho de desenvolvedores. A IA Watson, com suas várias habilidades, torna ambientes virtuais mais acessíveis, interage de forma natural, faz traduções simultâneas e mais — recursos capazes de mudar a experiência do usuário com aplicações, tornando-as mais intuitivas e agradáveis.

As funcionalidades da plataforma também têm o objetivo de encurtar o percurso de empresas que buscam trabalhar mais eficientemente com base em seus dados e aprimorar sua relação com clientes, transformando trabalho maçante em atividades automatizadas.

O vasto catálogo de serviços inclui:

  • Bare Metal, Containers e Serveless Computing (com Cloud Functions), infraestrutura em hiperescala e interação com Kubernetes e Cloud Foundry;
  • VPN, Content Delivery Network (CDN) e balanceamento de carga;
  • Armazenamento de dados em nuvem;
  • Monitoramento de atividades, dados de aplicações criptografados e firewalls;
  • Ferramentas IBM Cloudant (para NoSQL JSON), DB2 em nuvem e ferramentas para bancos de dados SQL e NoSQL;
  • Ferramentas de ciência de dados como Apache Spark, Apache Hadoop e IBM Watson Machine Learning;
  • Watson, a inteligência artificial da IBM, com ferramentas de machine learning, interpretação de natural language (escrita ou digitada) e visual;
  • Plataforma IBM de IoT (Internet das Coisas), que proporciona conexão e gerenciamento de dispositivos e análise dos dados produzidos;
  • Monitoramento de aplicações por smartphone ou tablet, criação de notificações em tempo real, experiência personalizada via autenticação em apps web ou mobile.

Aplicações presentes na rotina

A IBM trabalha há mais de 28 anos no US Open, torneio norte-americano de tênis, assumindo a responsabilidade de toda a experiência digital dos fãs antes, durante e depois do evento.

“A minha preocupação é: como chegar até os fãs de forma mais eficiente? Como interagir com eles, responder suas perguntas? Como entregar conteúdo que eles ainda não sabem que querem consumir?”, revela Lewis Sherr. Sua função como CRO (Chief Revenue Officer) foi aperfeiçoada pelas ferramentas IBM. As estruturas tecnológica e digital proporcionadas pela gigante da tecnologia permitem que todas as nuances do público sejam capturadas, por aspectos imperceptíveis à primeira vista.

Exemplo de otimização é a exibição de destaques de uma partida, onde se utiliza a reação da torcida e dos jogadores como parâmetro e rapidamente se identifica o momento dos grandes lances — facilitando para compilações de boas jogadas e criação de clipes.

Sherr afirma que o US Open é mais que só o torneio; é uma experiência. Conhecer o campus, fazer compras e sentir a atmosfera da competição — onde serviços do IBM Cloud também atuam. Os fãs recebem total liberdade para vivenciar o evento de forma personalizada por meio do app. Assistir a partidas em tempo real, consultar um mapa interativo e ter suas dúvidas mais comuns rapidamente respondidas complementam a experiência do evento — e a presença da IBM tornou isso possível.

Atendendo demandas específicas

A finlandesa KONE — responsável por elevadores, escadas rolantes, portas automáticas e motores elétricos — coleta uma enorme quantidade de dados diariamente, e a IBM Cloud atende essa necessidade por meio de sua escalabilidade.

A integridade dos dados é crucial para garantir a qualidade dos serviços da KONE, que observa o comportamento de seus dispositivos e calcula a chance de falhas futuras, indicando onde e quando realizar manutenções preventivas.

Atualmente, a finlandesa otimiza seus serviços utilizando Cloud Object Storage, Cloud Functions e Watson IoT — mas não irá parar aí. Fareed Ahmed, que encabeça projetos IoT pela KONE, afirma que utilizarão ainda mais ferramentas da IBM, à medida que expandem seus serviços.

Como utilizar o IBM Cloud?

Para ter acesso às ferramentas IBM Cloud, há 3 opções:

  • Criar uma conta IBM Cloud Lite gratuitamente e utilizar os serviços por tempo ilimitado (mas com restrições em cada serviço);
  • Contratar com a assinatura no estilo "Pay-as-you-go": escolher os serviços desejados (definindo limite de horas, armazenamento e hardware) e pagar à medida que usa;
  • Entrar em contato com a IBM e fazer um plano com preço fixo e descontos personalizados (destinado a empresas e equipes de desenvolvimento).

Conheça a IBM Cloud aqui!

...

Você participou da experiência IBM Profile Definer? Conte aqui para a gente o que você achou!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
O poder da nuvem IBM aplicada no dia a dia