HTC vai mal das pernas e tem receita de apenas US$ 770 milhões em 2018

1 min de leitura
Imagem de: HTC vai mal das pernas e tem receita de apenas US$ 770 milhões em 2018
Avatar do autor

Não é de hoje que a HTC passa por alguns problemas financeiros, mas o ano de 2018 terminou com um fato bastante negativo para a companhia taiwanesa: a primeira vez que ela fatura menos de US$ 1 bilhão desde que se tornou pública, ou seja, desde quando as suas ações começaram a ser vendidas na bolsa de valores.

Segundo o relatório financeiro anual divulgado pela companhia, ela teve uma receita bruta de apenas US$ 770 milhões durante o ano passado inteiro, uma queda brusca de 62% em relação aos valores acumulados em 2017. Esses números confirmam a tendência de queda da HTC e deixam o futuro da empresa em aberto.

A companhia ainda não revelou o seu prejuízo operacional do ano, mas as informações sobre os três primeiros trimestres de 2018 já estão disponíveis e mostram que esse valor ultrapassa a casa dos US$ 360 milhões. Apenas esse montante já abocanha mais de 50% de toda a receita anual, mas ainda falta os dados do último trimestre para fechar a conta.

O site TechCrunch elaborou dois gráficos que ajudam a tornar mais palpável a derrocada enfrentada pela HTC até então. O primeiro deles mostra a variação de receita total da companhia desde 2005:

HTC(Fonte: TechCrunch)

O segundo, indica a variação na receita mensal da HTC desde fevereiro de 2017:

HTC(Fonte: TechCrunch)

Em ambos é possível notar que as coisas vão mal e, caso o quadro de queda não se reverta, possivelmente medidas mais drásticas deverão ser tomadas. Vale lembrar que uma notícia de agosto de 2017 já tratava da leve retomada das vendas da marca após o lançamento do U11, mas ainda assim pairava no ar a possibilidade de venda de parte ou mesmo de toda a empresa. Qual será o futuro da HTC?

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
HTC vai mal das pernas e tem receita de apenas US$ 770 milhões em 2018