Em uma carta aos investidores publicada hoje (02) pelo CEO da Apple, Tim Cook, a empresa alerta que seus resultados fiscais para o trimestre fiscal que temrinou em dezembro serão menores do que o esperado.

Originalmente, a empresa tinha a previsão de arrecadar algo entre US$ 89 bilhões e US$ 93 bilhões nesse trimestre que engloba as festas de fim de ano, mas, agora, projeta ter uma receita de US$ 84 bilhões.

Tim Cook afirmou em entrevista à CNBC que a principal razão para essa queda na expectativa de receita tem a ver com uma suposta desaceleração na economia chinesa na segunda metade de 2018. Com isso, a empresa vendeu menos iPhones do que o esperado na China continental, impactando pesadamente nos resultados gerais da empresa.

Se você olhar nossos resultados, essa diminuição é mais de 100% resultado das vendas de iPhones, primariamente na China continental

“Se você olhar nossos resultados, essa diminuição é mais de 100% resultado das vendas de iPhones, primariamente na China continental”, disse Cook. Ele ainda relata que as tensões comerciais entre China e EUA também podem ter impactado as vendas de smartphones da marca no país asiático.

Com o anúncio, as ações da Apple pararam de ser negociadas na bolsa por algumas horas. O relatório fiscal completo da Apple para o trimestre que terminou em dezembro deve ser publicado nas próximas semanas.

Cupons de desconto TecMundo: