Qualcomm acusa Apple de violar ordem judicial sobre atualização do iOS

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm acusa Apple de violar ordem judicial sobre atualização do iOS
Avatar do autor

A briga entre QualcommApple nos tribunais já dura dois anos e não tem a menor previsão de acabar. Os problemas de patentes entre as duas empresas são complexos e confusos e chegaram a impedir a Maçã de vender alguns iPhones com iOS não atualizado em todo o território chinês porque as versões antigas possuíam algum recurso sobre o qual a Qualcomm alegava ser dona da patente.

Uma nova atualização do iOS realizada ontem (18), a iOS 12.1.2, aparentemente removeu por completo qualquer funcionalidade que tivesse ligação com a violação de patente da Qualcomm. Mesmo assim, aparentemente, isso não satisfez a empresa fabricante de processadores, que ainda afirma que a Apple “continua a desrespeitar o sistema legal, violando as injunções” e que está deliberadamente tentando ofuscar e desorientar com suas ações seguindo a ordem judicial chinesa.

Ao que parece, a Apple não está simplesmente desrespeitando a ordem de não comercializar iPhones com sistema antigo ou não retirando o que deveria da atualização. Aparentemente, a empresa está se valendo de uma ambiguidade do tribunal ao solicitar que dispositivos usando determinados recursos de software sejam proibidos de serem comercializados.

A briga está longe de acabar e é difícil prever qual será o próximo capítulo, mas uma coisa é certa: nenhuma das duas empresas vai querer abrir mão de nada nessa altura do campeonato.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Qualcomm acusa Apple de violar ordem judicial sobre atualização do iOS