Dados divulgados pela empresa de pesquisa Counterpoint Research deram um bom panorama sobre como anda o disputado mercado de smartphones. Como era de se esperar, a Samsung continua em primeiro lugar como a maior fabricante de celulares do mundo, porém, o estudo revela que os números da empresa continuam em queda.

Outro fator que explica um pouco da queda dos números da Samsung é o crescimento de outras fabricantes, especialmente a Huawei, que assumiu o segundo lugar da Apple nessa lista

Do total do mercado mundial de smartphones, 19% pertence à Samsung. Foram 72,2 milhões de unidades vendidas entre os meses de julho e setembro, que correspondem ao terceiro trimestre do ano de 2018. No mesmo período do ano passado, a empresa havia vendido 83,3 milhões de aparelhos. Isso representa uma queda de 13% em um ano para a gigante sul-coreana.

Mas não é para tanto

Apesar da má notícia, vale lembrar que há um atenuante nessa história: houve uma queda de 5% em vendas gerais de smartphones no terceiro trimestre de 2018 em comparação com 2017. Pior ainda: a China, maior mercado de celulares do planeta, apresentou queda em vendas pelo quinto trimestre seguido, o que representa bastante das vendas da Samsung.

Outro fator que explica um pouco da queda dos números da Samsung é o crescimento de outras fabricantes, especialmente a Huawei, que assumiu o segundo lugar da Apple nessa lista, jogando a empresa de Cupertino para a terceira posição. A companhia chinesa apresentou um crescimento impressionante de 33% no terceiro semestre do ano e tem 14% de fatia de mercado. Já a Apple conta com 12%.

Mesmo com essa queda, a Samsung se deu bem com o lançamento do Galaxy Note 9, que teria segurado uma derrubada ainda maior dos números. A empresa agora conta com lançamentos importantes em 2019, como o novo Galaxy S10 e o possível anúncio de seu primeiro smartphone dobrável.

Cupons de desconto TecMundo: