A quinta geração de internet móvel, o 5G, está chegando e a Nokia é uma das fabricantes que deve fornecer aparelhos com essa tecnologia já em no início de 2019. De olho na novidade, a Oppo assinou um contrato para uso de patentes da companhia finlandesa nos próximos anos.

O negócio foi anunciado pela própria Nokia nesta segunda-feira (26), sem muitos detalhes sobre quais seriam as patentes liberadas e por quanto tempo para a empresa chinesa. "A Oppo é uma das líderes no setor de smartphones e temos o prazer de recebê-los como licenciados da Nokia. Este acordo valida ainda mais o nosso programa global de licenciamento”, comenta Maria Varsellona, diretora jurídica do grupo europeu.

O licenciamento vem sendo um dos setores mais rentáveis da Nokia nos últimos anos e a Samsung, a Xiaomi e a Huawei assinaram termos parecidos para uso de propriedades intelectuais da finlandesa nos próximos 5 anos. Em agosto, a Nokia havia avisado os parceiros que pretende cobrar algo em torno de 3 euros (R$ 13,25) para cada smartphone 5G com suas patentes.

Para a Oppo, é a chance de manter tecnologia de ponta para brigar pelas primeiras posições do mercado — no segundo trimestre desta temporada ela conquistou a quinta posição entre as maiores fabricantes do mundo, atrás apenas das líderes Samsung, Huawei, Apple e Xiaomi.