Google investe US$ 690 milhões em data center movido à energia renovável

1 min de leitura
Imagem de: Google investe US$ 690 milhões em data center movido à energia renovável
Avatar do autor

O que poderia levar gigantes da tecnologia até a Dinamarca? A resposta é simples e direta: energia renovável. Ela é um verdadeiro exemplo, quando o assunto é produzir e investir nesse tipo de solução. Para se ter uma ideia, 42,5% da energia obtida por lá só em 2016 foi do tipo eólica. Com esses pontos positivos, a Google decidiu construir um data center em Fredericia, no Sul do país, e deve injetar cerca de US$ 690 milhões para tornar isso uma realidade.

Segundo uma publicação oficial da companhia, 100% das operações do centro serão movidas à energia renovável. Ainda aponta que seus data centers da Europa geralmente consomem aproximadamente dois terços a menos energia do que os tradicionais. Sua meta é tornar os números da unidade dinamarquesa nesse sentido ainda menores. Também informa que explorará tecnologias baseadas em machine learning “para garantir que cada Watt de eletricidade seja contado.”

Este não deve ser o primeiro data center da Google no país. De acordo com o Reuters, a empresa ainda comprou outro lote no país, na cidade de Aabenraa, onde a Apple já possui um centro desse tipo. O Facebook também parece estar cogitando fazer o mesmo. Evidentemente, o potencial energético da Dinamarca não se reflete somente no fato de diminuir a pegada de carbono, mas também por fornecer um modelo muito mais econômico do que uma fonte não renovável poderia permitir.

Google estima empregar centenas de pessoas e aquecer a economia local

A partir do novo data center, a Google estima empregar entre 150 e 250 pessoas em funções, como técnico de informática, engenheiro e segurança da informação. Também espera gerar outras oportunidades de negócios locais, como em restaurantes, hotéis, transporte e varejo. Contabilizando as unidades da Irlanda, Finlândia, Holanda e Bélgica, este será o quinto centro de dados da empresa. Suas obras têm previsão para serem concluídas em 2021.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google investe US$ 690 milhões em data center movido à energia renovável