Em 2017, Elon Musk declarou que, até o final do ano, a Tesla estaria produzindo 5 mil unidades de seu carro elétrico, o Model 3, por semana. Por vários problemas no processo de montagem, a meta acabou não sendo alcançada. Pelo Twitter, em abril Musk assumiu a total responsabilidade pela falha; segundo ele, ter optado por uma automação excessiva foi um erro. A Tesla só conseguiu atingir os 5 mil Model 3 por semana em junho deste ano.

Depois de então, a Tesla anunciou que seu próximo objetivo seria aumentar a produção do Model 3 para 6 mil unidades por semana até o final de agosto. Mas parece que algo deu errado. Embora a empresa ainda não tenha divulgado os números oficiais para o trimestre, um novo relatório da Electrek afirma que a Tesla não atingiu sua meta de produção. Na verdade, ela não conseguiu manter nem a meta alcançada em junho; foram fabricados apenas 4,3 mil Model 3 durante a última semana de agosto.

Entretanto, a mesma fonte informou à Electrek que a montadora já produziu a mesma quantidade de veículos que todo o segundo trimestre, sendo que o terceiro só termina no final de setembro. Dessa forma, é possível prever que a Tesla pode voltar a atingir a antiga meta, embora ainda esteja tentando chegar às 6 mil unidades por semana.

Mesmo com as dificuldades apresentadas, ainda é louvável o trabalho que a Tesla tem feito. Ainda mais por ter mantido o foco na qualidade final do produto, em vez de apenas aumentar a produção.