Depois da PetroChina, em 2007, e da Apple, neste ano, a Amazon se tornou a terceira companhia do mundo a ver o seu valor de mercado ultrapassar a casa de US$ 1 trilhão. O feito aconteceu nesta terça-feira (4), quando cada ação da companhia chegou a valer US$ 2.050,50 — o valor mínimo necessário de cada papel para que a empresa alcance tão marco é de US$ 2.050,27.

Esse valor foi registrado no início da manhã de hoje, mas já caiu — neste momento, as ações da empresa são comercializadas a US$ 2.036.

AmazonAções da Amazon chegaram a valer US$ 2.050,50 no início da manhã, elevando o valor de mercado da empresa para mais de US$ 1 trilhão.

Para os analistas, o sucesso da empresa e o consequente crescimento se dá especialmente pelo catálogo de produtos cada vez mais diversificado comercializado por ela. Além do já tradicional comércio de livros, eletrônicos e produtos destinados ao varejo, a Amazon vem investindo em publicidade online, logística, hardware e até mesmo no varejo no mundo físico, com a compra da rede de lojas Whole Food Markets.

Será que a Amazon consegue sustentar tanto quanto a Apple o seu valor de mercado acima do trilhão de dólares? Só o tempo dirá — vale destacar que, atualmente, a Apple já vale US$ 1,1 trilhão.