Completaram-se 10 anos neste fim de semana que os brasileiros contam com a possibilidade de mudar de operadora sem ter que trocar de número de celular ou de telefone fixo. Estamos, portanto, comemorando o 10º aniversário da portabilidade no Brasil. Ao todo, já foram processados e concretizados mais de 45 milhões de pedidos de mudança de operadora no país.

A portabilidade no setor de telecomunicações no Brasil foi pioneira na América Latina e serviu de modelo para outros serviços e setores da economia

“A portabilidade no setor de telecomunicações no Brasil foi pioneira na América Latina e serviu de modelo para outros serviços e setores da economia”, disse a Anatel em comunicado oficial.

Depois que a portabilidade de números de telefone se tornou uma realidade no Brasil, vários outros serviços também criaram suas próprias versões de portabilidade. Hoje, é possível fazer isso com contas salário, por exemplo, bem como com financiamentos em bancos.

Nas telecomunicações, essa possibilidade foi criada pela Anatel no Regulamento Geral de Portabilidade (RGP) e foi implementada de forma gradual entre setembro de 2008 e fevereiro de 2009. Em março de 2009, todos consumidores do País estavam habilitados a solicitar a portabilidade de seus números telefônicos.

gráfico portabilidadeQuantidade absoluta de pedidos de portabilidade por ano no Brasil

A portabilidade numérica é o direito que permite ao cliente dos serviços de telefonia fixa e móvel manter o número do telefone a ele designado, independentemente da operadora de serviço a que esteja vinculado.

80% dos 45 milhões de pedidos de portabilidade já registrados no Brasil foram de números de celular

De acordo com a Anatel, a existência da portabilidade incentiva as operadoras a concorrer por seus clientes melhorando sua estrutura de rede, atendimento e serviços, considerando que é relativamente fácil sair de uma empresa para a outra sem nunca mudar de número. 80% dos 45 milhões de pedidos de portabilidade já registrados no Brasil foram de números de celular e 20% de fixos.

A agência ainda destaca que todo o processo da portabilidade numérica é automatizado e não requer que o cliente entre em contato com sua operadora atual. Basta apenas solicitar a portabilidade na nova prestadora. Todo o sistema é gerenciado pela ABR Telecom, que foi escolhida pelas operadoras de serviços fixo e móvel, e a Anatel monitora a operação e o desempenho das prestadoras de serviços.