Durante a Gamescom 2018, o site Dual Shockers teve a oportunidade de conversar com Aaron Greenberg, gerente de marketing da Microsoft que é um dos rostos mais conhecidos do universo Xbox. Segundo o executivo, o que temos vistos desde a E3 — incluindo o anúncio da compra de alguns estúdios — é a empresa se comprometendo ainda mais com seus esforços first party.

Aaron Greenberg

“Saibam que a companhia está focada e investindo para continuar a crescer nosso conteúdo, e vamos trazer mais e mais games para nossos fãs não importa o dispositivo em que eles jogam, e estamos crescendo os serviços como o Xbox Game Pass”, afirmou Greenberg. Segundo ele, a empresa decidiu investir em desenvolvedoras que ampliam seu escopo de conteúdos, incluindo algumas focadas em experiências single player.

Liberdade e foco

“Queremos que as pessoas façam grandes jogos, então queremos dar a eles a independência e o foco para fazer isso”, declarou. Segundo ele, a proximidade entre Phil Spencer e o CEO Satya Nadella permitiu que a Microsoft se focasse como nunca antes no mundo dos games, o que pode incluir o uso de tecnologias como o Azure ou a inteligência artificial desenvolvida por outros times da companhia.

“Queremos que as pessoas façam grandes jogos, então queremos dar a eles a independência e o foco para fazer isso”

“Para mim, o que eu realmente gosto desse time é que somos realmente obcecados pelos consumidores. Colocamos nossos fãs em primeiro lugar em tudo o que fazemos. É por isso que você vê investimentos em coisas como o Game Pass”, complementou Greenberg. Entre os estúdios adquiridos recentemente pela Microsoft estão a Ninja Theory (de Hellblade) e a Compulsion Games, que lançou recentemente We Happy Few.

Jogos ganharam um papel maior dentro da Microsoft, afirma executivo via Voxel