Mayfield Robotics, criadora do robozinho “Kuri”, está fechando as portas

1 min de leitura
Imagem de: Mayfield Robotics, criadora do robozinho “Kuri”, está fechando as portas
Fonte: spectrum
Avatar do autor

Muito se fala em novos softwares e aparelhos que podem ser assistentes pessoais digitais, mas poucas empresas conseguiram criar dispositivos tão amigáveis quanto o Kuri, desenvolvido pela Mayfield Robotics. Esse dispositivo, infelizmente, foi cancelado, e todos os compradores que pagaram US$ 699 na pré-venda foram reembolsados. Agora, a empresa anunciou por meio de uma postagem em seu blog oficial que está fechando as portas.

Essa companhia começou sua jornada em 2015 como uma startup ligada à alemã Bosch, mas, com o passar do tempo, não conseguiu concretizar todas as funções que pretendia colocar em seu robô Kuri. O aparelho deveria servir basicamente como um assistente digital mais pessoal do que aparelhos como Google Home e Amazon Echo. Ele poderia seguir os usuários pela casa e também ser fofinho de vez em quando. O Kuri foi apresentado pela primeira vez na CES 2017, mas seu protótipo funcionava basicamente como um alto-falante Bluetooth capaz de deslizar pelo chão.

kuriDispositivo poderia funcionar também como uma "babá" de pets

Depois que o projeto do robô foi abandonado, a empresa tentou buscar investimento para aplicar sua tecnologia em outras áreas, mas não obteve sucesso. Dessa forma, a Mayfield Robotics deve encerrar todas as suas atividades em 31 de outubro deste ano. Os funcionários serão demitidos com indenizações legais ou realocados em posições em aberto na própria Bosch.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Mayfield Robotics, criadora do robozinho “Kuri”, está fechando as portas