Há um misto de espanto, deslumbramento e medo no ar quando se fala em drones. E um dos maiores temores é de que eles sejam armados para fins violentos e atos terroristas, como destruir edifícios e matar pessoas. Aliás, há um caso recente de um suposto atentado contra o presidente venezuelano Nicolás Maduro. O Exército dos Estados Unidos já está alerta com relação a isso e pretende usar armas de micro-ondas para derrubar os pequenos veículos aéreos.

Na sexta-feira (3), a agência do governo anunciou oficialmente sua intenção de comprar um sistema de micro-ondas de alta potência, fabricado pela Lockheed Martin justamente para abater drones. O gadget seria montado em um avião e teria como alvo os VANTs (Veículos Aéreos Não Tripulados) de asa fixa e os quadricópteros.

Esse “sistema anti-drone” usaria um esquema de micro-ondas semelhante à solução criada pela Lockheed Martin para a Força Aérea. O chamado “Demonstrador de Defesa Própria para Laser de Alta Energia” (ou “SHIELD”, em inglês) é usado contra mísseis e ganhou prêmio de design no valor de US$ 26 milhões, em novembro de 2017.

"As cargas úteis do sistema de aeronaves não tripuladas que estamos nos referindo incluem explosivos, redes, cabos e fontes de microondas de alta potência", diz a solicitação. Mais detalhes sobre esse projeto devem aparecer após o dia 18 de agosto, quando termina o prazo dessa proposta.