Antes de aparecer no encerramento da Copa do Mundo da Rússia, Ronaldinho Gaúcho contou ao mundo no fim da última semana o seu mais recente projeto: uma criptomoeda. O atleta que conquistou o mundo do futebol com seu talento por times como Barcelona, Atlético Mineiro e Seleção Brasileira será o principal ativo da Ronaldinho Soccer Coin (RSC).

A venda privada dos primeiros tokens começou ontem (16) e a pré-venda aberta ao público acontece a partir de 16 de agosto. O projeto, desenvolvido em parceria com a World Soccer Coin, utiliza a plataforma de blockchain NEO e emitirá 140 milhões de moedas apenas durante a primeira fase da oferta inicial de moedas (ICO).

A iniciativa inclui, ainda, uma série de outros lançamentos programados até 2020, como o desenvolvimento de uma plataforma de serviços em realidade virtual, a criação da Ronaldinho Academy e de centenas de arenas digitais para competições profissionais e amadoras de eSports e também o lançamento de uma plataforma virtual de apostas esportivas com a marca Ronaldinho.

O white paper da nova criptomoeda ainda não foi disponibilizado, mas os responsáveis por ela prometem que isso será feito “em breve”. Informações detalhadas sobre a Ronaldinho Coin Soccer podem ser encontradas no site oficial do projeto.