Mark Zuckerberg se tornou nesta última semana a terceira pessoa mais rica do mundo, ultrapassando Warren Buffet, um dos mais conhecidos investidores do mundo. O cofundador do Facebook assumiu o terceiro lugar no ranking da Bloomberg após uma alta nas ações da rede social de 2,4%. No acumulado do ano, o Facebook já registrou uma valorização de 15%, apesar de todo escândalo envolvendo o vazamento de dados pela Cambridge Analytica.

Durante o turbilhão desse episódio, os papéis do Facebook chegaram a valer US$ 152,22 cada, o menor preço em oito meses. No fim desta semana, essa queda já havia sido revertida, com as ações valendo US$ 203,23.

Com isso, de acordo com a Bloomberg, Zuckerberg já tem uma fortuna avaliada em US$ 86,1 bilhões, cerca de US$ 373 milhões a mais que Buffet. O investidor, contudo, tem 87 anos e já foi a pessoa mais rica do mundo por algum tempo. Hoje, Jeff Bezos, CEO da Amazon, e Bill Gates, cofundador da Microsoft, são estão à frente de Mark e Warren.

De acordo com o ranking, o setor de tecnologia é o que mais gera riqueza no mundo atualmente, representando cerca de um quinto de todo o dinheiro de todos os bilionários acompanhados pela Bloomberg.