A fabricante de fones de ouvido Beats foi condenada a pagar uma indenização de US$ 25 milhões a Steve Lamar, antigo parceiro da empresa. Lamar alegou que os sócios da Beats, o rapper Dr. Dre e o magnata da música Jimmy Iovine, quebrou contrato com ele e com a sua companhia, a Jibe Audio, o que foi acatado pelo júri da Suprema Corte de Los Angeles, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (27).

É comum ver famosos de diversas áreas usando fones da Beats e é justamente esse contexto no qual Lamar alega ter sido prejudicado. Segundo as alegações feitas à Justiça, foi ele quem procurou Dr. Dre em 2006 com a ideia de fones de ouvido “endossado por celebridades”. Diante disso, os advogados do reclamante alegavam que ele possuía direito a US$ 130 milhões por seu envolvimento nos projetos de diversos produtos lançados pela fabricante.

A defesa de Dre e Iovine afirmou que Lamar participou apenas do desenvolvimento do primeiro produto da empresa, o modelo Studio, pelo qual ele já teria sido pago. Mas a conversa não convenceu a maioria dos juízes, que decidiram por 9 votos a favor e 3 contrários que Steve Lamar esteve diretamente envolvido na fundação da Beats e deveria ser pago por isso.

A ação chega ao fim após mais de quatro anos de disputa e a Beats fica obrigada a pagar indenização milionária. Vale lembrar que a Beats é propriedade da Apple desde 2014, quando ela adquiriu a empresa em um negócio de US$ 3 bilhões.

Cupons de desconto TecMundo: