O cantor Akon, indicado ao Grammy pelas canções “Don’t Matter” e “I Wanna Love You” não quer ser apenas conhecido pelo seu talento vocal e por suas ações beneficentes. Ao longo de uma apresentação no Festival de Criatividade de Cannes, na segunda-feira (20), ele traçou planos ainda mais ambiciosos: quer criar uma cidade futurista, “como uma Wakanda da vida real”, e com sua própria moeda digital, a AKoin.

A Akon Crypto City já teria até mesmo seu próprio terreno, doado pelo presidente de Senegal

Akon disse durante o painel “Branding da África: Blockchain, Empreendedorismo e Fortalecendo o Futuro” que a tecnologia blockchain e as criptomoedas podem ser “os salvadores da África, de diversas maneiras” e que elas “permitem às pessoas utilizar o sistema de maneiras as quais elas possam evoluir e não deixar que o governo os impeça de fazer o que quiserem”, de acordo com informações da Page Six.

A AKoin já tem até mesmo um site e cita a criação de uma nação chamada Akon Crypto City, que seria algo como a terra do Pantera Negra nos filmes do Marvel Studios. “A cidade futurista, já em desenvolvimento, começa com 2 mil acres de terra, cedidos à Akon pelo Presidente do Senegal e fica a 5 minutos do novo aeroporto internacional, perto da costa e a uma curta distância de carro de Dakar, a capital do Senegal. A Akon Crypto City combina os principais projetos de planejamento das cidades inteligentes com uma tela em branco para usar a criptotransação  nas trocas humanas e comerciais diárias, para inventar um novo e radical modo de existência”, define a página de consultoria ICO Impact.

Ainda que pareça maluquice — ou oportunismo de celebridades associadas às criptomoedas —, Akon, nascido nos Estados Unidos e descendente de senegalês, possui uma bem-sucedida instituição de caridade, a Akon Lightning Africa, que financia paineis solares e outros projetos pequenos de iluminação na África. Aliás, essa investida rendeu prêmios e reconhecimento das Nações Unidas e até mesmo linha de crédito de US$ 1 bilhão junto à China.

akon wakandaWakanda, a terra fictícia do herói Pantera Negra

O histórico até oferece um pano de fundo que possa servir de base para a construção da Akron Crypto City, contudo, muitas das declarações do próprio artista colocam em dúvida se isso um dia vai se tornar realidade. Ele, diz por exemplo, que “somente inventou o conceito e deixa a parte técnica para os geeks” e que pretende em breve disputar a presidência dos Estados Unidos contra Trump e Kanye West.

Pois é, muita informação, né? De qualquer forma, fica aí um projeto que, se conseguisse traduzir na realidade um pouco do que vimos na ficção científica, poderia ser interessante. E você, acredita que isso um dia possa vingar?