A fabricante chinesa OnePlus tem uma linha de aparelhos bem diferente do que costumamos ver no mercado de smartphones com Android. Ela lança apenas dois celulares por ano, investindo sempre em modelos topo de linha com preços mais baixos que os dos concorrentes. E isso não deve mudar, pelo menos nos próximos anos

Em entrevista ao site indiano Gadgets 360, o fundador da fabricante, Pete Lau, falou que não pretende expandir o portfólio para incluir aparelhos intermediários ou de entrada. Para Lau, a comunidade da OnePlus foi construída em torno da ideia de ter sempre o hardware mais avançado, o que tornaria a ideia de um aparelho inferior pouco interessante.

Para Lau, a comunidade da OnePlus foi construída em torno da ideia de ter sempre o hardware mais avançado.

“Pelo menos durante os próximos três anos, o foco vai permanecer nos topos de linha, os melhores produtos de topo de linha, o que já é esperado da OnePlus”, disse o empresário. Ele explicou ainda que a OnePlus é principalmente uma empresa de comércio eletrônico, com uma margem de lucro pequena, o que não permite que eles derrubem os preços dos celulares nos meses que sucedem o lançamento.

Lau ainda disse não crer que o lançamento de um aparelho novo a cada seis meses é um problema, afirmando que esse “não é um processo fora do normal” e que a companhia não teria recebido nenhuma reação negativa por anunciar produtos novos com uma velocidade tão grande.

OnePlus 6 foi lançado no mês passado e vem equipado com um Snapdragon 845, 6 GB ou 8 GB de memória RAM e tela AMOLED  de 6,28 polegadas. Ele vendeu mais de 1 milhão de unidades em apenas 22 dias de vendas.