A plataforma para desenvolvedores de software GitHub pode ser comprada pela Microsoft segundo apurou a publicação Business Insider. Segundo análises do valor de mercado do GitHub, ela pode estar valendo até US$ 5 bilhões, ou R$ 18,8 bilhões, apresentando um aumento considerável desde 2015, quando havia sido avaliada em US$ 2 bilhões, ou R$ 7,5 bilhões.

O GitHub ganha dinheiro por meio de assinaturas que chegam a somar mais de US$ 200 milhões, ou R$ 753 milhões, em receita

Não há muita clareza sobre o andamento da negociação entre as empresas, mas uma fonte da Business Insider revelou que existia uma intenção das empresas trabalharem em uma parceria de mercado no valor de US$ 35 milhões, ou R$ 131,7 milhões, e que a ideia evoluiu para um possível investimento e, mais recentemente, a aquisição total da empresa.

O GitHub é uma das ferramentas mais usadas por desenvolvedores de software. Nela, é possível armazenar códigos de programação, conferir atualizações e ainda abrir temas para discussão sobre esses assuntos. A plataforma tem mais de 23 milhões de usuários em mais de 1,5 milhão de organizações. O GitHub ganha dinheiro por meio de assinaturas que chegam a somar mais de US$ 200 milhões, ou R$ 753 milhões, em receita.

Nem a Microsoft, nem o GitHub deram declarações sobre essas informações.