O primeiro trimestre de 2018 trouxeram boas notícias sobre o mercado de celulares: a venda de smartphones voltou a crescer nesse primeiro período do ano segundo a Gartner. O aumento de 1,3% em relação ao começo de 2017 mudou o cenário de queda nesse comércio, que teve com grandes personagens a Huawei e a Xiaomi: as gigantes chinesas foram as que mais cresceram em vendas nesse período.

Os smartphones intermediários da Samsung enfrentaram a concorrência contínua das marcas chinesas, o que levou à contração das vendas unitárias ano após ano

Segundo a pesquisa, cerca de 384 milhões de smartphones foram vendidos apenas no primeiro trimestre de 2018. “A demanda por smartphones premium e top de linha continuou a sofrer devido a benefícios marginais durante a atualização”, disse Anshul Gupta, diretor de pesquisa da Gartner. “A demanda por smartphones de entrada (que custam menos de US$ 100, ou R$ 370) e smartphones de nível intermediário baixo (abaixo de US$ 150, ou R$ 560) melhorou devido a modelos de melhor qualidade”.

Samsung e Apple

Os smartphones intermediários da Samsung enfrentaram a concorrência contínua das marcas chinesas, o que levou à contração das vendas unitárias ano após ano. Isso aconteceu apesar do lançamento do seu Galaxy S9 e S9+ em comparação com o S8 e S8+ em 2017, e mesmo com o Note 8 tendo um impacto positivo nas vendas da Samsung no primeiro trimestre de 2018.

A Apple sofreu um atraso no aumento das vendas, mas que finalmente aconteceu. A comercialização de unidades de smartphones da Apple voltou a crescer no primeiro trimestre de 2018, com um aumento de 4% ano a ano. “Mesmo que a demanda pelo iPhone X da Apple tenha excedido a do iPhone 8 e do iPhone 8 Plus, o fornecedor se esforçou para impulsionar as substituições de smartphones, o que levou a um crescimento mais lento que o esperado no primeiro trimestre de 2018”, disse Gupta.

Huawei e Xiaomi

A linha de smartphones da Huawei ajudou a fortalecer sua posição em terceiro lugar em fabricantes de smartphones. “Atingir um crescimento de 18,3% no primeiro trimestre de 2018 ajudou a Huawei a diminuir a distância para a Apple”, disse Gupta. “No entanto, seu crescimento futuro depende cada vez mais do aumento da participação do fornecedor no mercado emergente da Ásia/Pacífico e na solução de problemas no mercado norte-americano, por meio do desenvolvimento de uma marca de consumo mais forte”.

A Xiaomi foi o vencedor do primeiro trimestre, alcançando um crescimento de 124% em relação ao ano

Gupta continuou: “A Huawei está tentando aumentar seu portfólio de smartphones premium com seus recentes lançamentos. P20, P20 Pro e Honor 10 ajudam a aumentar sua competitividade e potencial de crescimento”.

A Xiaomi foi o vencedor do primeiro trimestre, alcançando um crescimento de 124% em relação ao ano. O portfólio de smartphones e a estratégia agressiva de preços da empresa ajudaram subir para o quarto ligar no primeiro trimestre de 2018. “Essa estratégia levou a Xiaomi a atingir um crescimento de 330% na região emergente da Ásia/Pacífico”, disse Gupta.

Cupons de desconto TecMundo: