Única empresa do mercado de consoles a apostar em um visor da realidade virtual, a Sony já conseguiu vender mais de 2 milhões de unidades do PS VR desde que o produto chegou às lojas em 2016. No entanto, as expectativas da empresa para esse mercado se provaram incorretas, conforme a companhia divulgou em uma reunião recente com investidores.

PS VR

Segundo a companhia, enquanto o PSVR está crescendo em vendas, o desempenho do mercado de realidade como um todo está sendo menor do que ela esperava. Com isso, o produto (e o segmento como um todo) acabaram sendo alocados em uma categoria chamada “desafios e aprimoramentos” dentro do relatório que a empresa divulgou a seus investidores.

Mercado que ainda é de nicho

A Sony não está sozinha nessa situação: recentemente, membros da Oculus VR revelaram ao site Games Industry que o mercado de realidade virtual para 2018 está se provando menor do que o estimado em suas projeções. “Não há tantos headsets por aí quanto esperávamos há alguns anos. Está crescendo, realmente crescendo em um ritmo decente, mas ao fazer qualquer decisão você deve pensar: como isso coloca meus títulos na mão da maior quantidade possível de pessoas”, afirmou Matt Conte, funcionário da Oculus.

"o VR é um nicho, e você não quer ser um nicho dentro de um nicho"

“Algumas pessoas acham estranho quando dizemos para eles lançarem em todas as plataformas. Não queremos manter a exclusividade. Queremos que o VR prospere. Mas o VR é um nicho, e você não quer ser um nicho dentro de um nicho. Lance para todo lugar: Oculus, PlayStation VR, Steam, mobile, se você puder. Faça o que for possível para colocar o máximo de olhos nisso”.

Via Voxel

Sony vê um crescimento abaixo do esperado para a realidade virtual via Voxel