O presidente da LG, Koo Bon-moo, faleceu neste domingo (20). Ele tinha 73 anos e desde 2017 estava em tratamento por conta de um tumor cerebral, inclusive passando por uma cirurgia, mas recentemente decidiu por não prolongar o tratamento.

Segundo a Reuters, o velório foi bastente privado, mas até o atual herdeiro da Samsung, Jay Y. Lee, foi ao local prestar solidariedade. Apesar de rivais, ambas são as companhias sul-coreanas mais bem sucedidas no ramo da tecnologia.

O executivo é tido como o grande responsável pela internacionalização da LG, que já era um dos maiores grupos da Coreia do Sul, mas agora é reconhecido assim em todo o mundo. Foi de Bon-moo a ideia de setorizar a marca em três grandes negócios: eletrônicos, químicos e telecomunicações, setores tidos como chave até hoje.

Ele foi o terceiro presidente da companhia e tinha 50 anos quando assumiu o cargo, em 1995.

Bon-moo é o neto mais velho de um dos fundadores da Lucky, companhia de cosméticos que deu origem ao atual conglomerado que conhecemos como LG — você pode conferir a história completa da companhia por aqui. Ele começou como gerente do setor de produtos químicos antes de assumir o posto mais alto da empresa.

E agora?

Um retrato.O herdeiro da LG é filho adotivo do irmão do agora ex-presidente.

O próximo presidente deve ser Koo Kwang-mo, filho de Bon-moo e atual chefe da divisão de displays da LG Electronics. Investidores ainda precisam aprovar a transição, mas a tradição familiar deve ser mantida