Você se lembra daquela batalha judicial interminável entre Apple e Samsung? Ela começou em 2011 com a Maçã acusando a coreana de ter copiado o design retangular do iPhone em alguns de seus smartphones da linha Galaxy S. O mesmo processo também tratava de outras patentes que a Samsung supostamente teria infringido. O caso é que a batalha ainda não acabou, e as duas empresas vão para os tribunais novamente na próxima segunda-feira (14).

Incialmente, a Apple pedia mais de US$ 1 bilhão, e a Samsung quer diminuir esse valor para US$ 149 milhões

A peleja agora é um apelo da Samsung para que o cálculo da indenização que a empresa já pagou à rival seja refeito de acordo com novas diretrizes afixadas pela suprema corte norte-americana. A coreana já pagou à Apple US$ 548 milhões e, agora, quer reaver US$ 399 milhões desse montante. Incialmente, a Apple pedia mais de US$ 1 bilhão, e a Samsung quer diminuir esse valor para US$ 149 milhões.

A justificativa da Samsung para reaver esse dinheiro é a nova decisão da suprema corte sobre a indenização referente a infrações de patentes, que agora não deve mais ser calculada a partir do valor total do produto que infringiu a propriedade intelectual, mas sim a partir de uma fração proporcional. Um bom exemplo seria a situação hipotética em que uma montadora infringe a patete de porta-copos registrada por outra empresa ao fabricar um carro. A indenização a ser paga para a dona da patente agora deve ser proporcional ao valor agregado do porta-copos e não do carro inteiro.

100% do lucro?

No caso da batalha Apple x Samsung, a Maçã ficou com 100% do lucro que a Samsung conseguiu com os smartphones vendidos que infringiam as patentes tratadas no processo judicial. A Samsung argumenta que o processo de criação de um smartphone envolve mais de 250 mil patentes, e é inviável atribuir todo o valor de um produto a apenas uma ou duas infrações de propriedade intelectual. Nesse caso, a Apple quer ficar com o lucro do carro inteiro, e não do porta-copos.

Mas a empresa de Tim Cook afirma que, ao copiar o desing dos iPhones, a Samsung pode ter prejudicado as vendas da Apple, uma vez que os produtos eram parecidos.

O julgamento da nova etapa desse processo sem fim vai acontecer em um tribunal de San Jose, no estado norte-americano da Califórnia, e vai durar uma semana, começando a partir da próxima segunda-feira. Fique ligado ao TecMundo para saber os possíveis resultados dessa peleja.

Cupons de desconto TecMundo: