Hoje está sendo o dia dos relatórios financeiros: a Nintendo liberou diversas informações bacanas relacionadas ao seu ano fiscal e com a Microsoft não foi muito diferente.

A gigante de Redmond reportou que a divisão Xbox trouxe aos cofres da empresa uma receita de US$ 2,25 bilhões apenas no primeiro trimestre do ano, que terminou no último dia 31 de março.

Comparado ao mesmo período do ano passado, houve um aumento de 18% em relação a marca de US$ 1,9 bilhão em 2017. A Microsoft não tem como costume divulgar as quantidades de consoles vendidos - em seu lugar, a informação que a empresa divulga é a quantidade de usuários ativos na Xbox Live.

O argumento por trás dessa estratégia é que o serviço pode ser acessado por pessoas que também não têm o console, necessariamente.  No trimestre, o registro foi de 59 milhões de jogadores ativos, um aumento de 13% em relação aos 52 milhões considerando o mesmo período de 2017.

Em uma declaração, a Microsoft citou um aumento de 24% em serviços em função de uma "força de third parties".  Essa força tem nome: Fortnite, que estimulou os jogadores a investirem para itens cosméticos no Battle Royale. Além disso, o número de pessoas que renovou a Xbox Live e o próprio Game Pass também contribuíram. Na parte dos jogos, o aumento foi de 18%.

O relatório ainda finaliza reforçando que a Microsoft está investindo em seu setor de games, com o custo de operações crescendo em 5% - divididos entre os setores de pesquisa, engenharia de inteligência artificial e, é claro, jogos.

Microsoft: Xbox gerou US$ 2,25 bi em receita no primeiro trimestre via Voxel

E aí procurando um Xbox One X, mas tá difícil achar oferta boa? Confira as melhores ofertas clicando aqui.