De acordo com um levantamento publicado nesta segunda-feira (23) pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), as operadoras de telecomunicações registraram uma queda de 9% na quantidade de reclamações feitas contra elas por consumidores nos Procons de todo o Brasil durante o ano de 2017. Apesar de melhora histórica nesse indicador, o setor de telecomunicações ainda é o maior alvo de reclamações.

Somente as operadoras de celular registraram nada menos que 14% de todas as reclamações processadas pela Senacon, quase o dobro do segundo lugar, o das operadoras de telefonia fixa (8,5%). Mesmo assim, é importante destacar que o setor de telecomunicações não apenas conseguiu reduzir a quantidade de reclamações registradas nos Procons, mas também aumentou a sua “taxa de resolução de queixas”. De todas as reclamações contra as teles em 2017, 82,1% delas foram propriamente resolvidas, a melhor marca dentre todos os segmentos analisados pela Senacon.

senaconMaiores alvos de reclamações nos Procons do Brasil em 2017

Fora telefonia celular e fixa, as operadoras de cartão de crédito, bancos comerciais e distribuidoras de energia elétrica foram as mais atingidas por reclamações formais de consumidores. Confira o ranking completo da Senacon acima.

Dentre as operadoras de telecomunicações, a Vivo(+ GVT e Telefônica) foi a única que registrou um crescimento na qualidade de relações em 2017 na comparação com o ano anterior. A empresa, contudo, teve uma das melhores performances na resolução de problemas. Somente Tim e Oi ficaram com taxas menores que 80% desse indicador.

operadoras