Uma startup australiana chamada Rebeat Innovation conseguiu levantar US$ 4,78 milhões para desenvolver um projeto que pode dar uma nova vida aos discos de vinil. A empresa quer lançar um novo tipo de disco que teria alta qualidade de som. Dessa maneira, essas mídias conseguiriam mais definição, mais volume de áudio e também possibilitariam que as músicas fossem tocadas repetidamente sem o risco de danificar o vinil.

Ainda não existem muitos detalhes sobre esse vinil HD, mas parece que a coisa é promissora, considerando que já existem patentes registradas sobre a tecnologia, dando a entender que ela de fato pode ser concretizada.

Não sabemos se os vinis HD seriam compatíveis com os toca-discos que existem hoje no mercado, mas essa possibilidade existe

Esses novos discos também seriam mais ecologicamente corretos que os tradicionais, uma vez que não seria necessário utilizar alguns químicos mais tóxicos na produção dessa nova mídia. Não sabemos se os vinis HD seriam compatíveis com os toca-discos que existem hoje no mercado, mas essa possibilidade existe. Contudo, imaginamos que, caso exista a retrocompatibilidade, talvez não seja possível perceber qualidade na definição.

De qualquer forma, é interessante destacar que o vinil está em um momento de ascensão, décadas após essa mídia ter se tornado obsoleta. Há inclusive empresas retomando a produção dos discos. Os usuários dizem que existe uma personalidade no som do vinil que o torna mais agradável que o áudio digital tradicional.