Trocar bitcoins por aí não está tão associado com práticas criminosas quanto você pode pensar. As regras atuais impostas para as transações por governos fazem com que seja cada dia mais fácil seguir o dinheiro virtual. Em uma entrevista para Binary District, o especialista e chefe de arquitetura de segurança da informação da ShapeShift, Michael Perklin comentou a questão da privacidade do bitcoin, a criptomoeda mais famosa #ever.

Por um lado, esse tipo de rastreabilidade (TMJ, Tite), permite que governos e órgãos reguladores tenham acesso às transações quando necessário. Isso desfaz a fama da criptomoeda de estar envolvida em esquemas ilegais, que ainda é divulgada pela rede.

Bitcoin é uma das moedas mais rastreáveis do planeta, ao contrário das informações incorretas divulgadas pela mídia nos últimos anos

Sempre tem um mas...

O especialista ainda acrescenta que o bitcoin oferece pouca proteção para a privacidade dos usuários. Ou seja, se quiser privacidade, pasmem, transações cara a cara ainda são a melhor maneira de garantir que nenhum rastro digital foi deixado para trás.

O que deixa Perklin bolado é o fato de que a implementação de políticas como Know Your Customer (KYC) e Anti-Money Laundering (AML) torna o acesso às carteiras e transações fácil “até demais” para governos. Além disso, esse tipo de política faz com que as companhias precisem ter informações sensíveis e dados pessoas de milhões de usuários guardados.

O que, como você já deve ter imaginado, pode levar a uma montanha de vulnerabilidades de segurança e criminosos interessados em colocar as garras nessas informações.

Se você curte as cripto e quer saber mais sobre o que pensa o sr. Perklin, temos a entrevista completa (conteúdo em inglês):

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui

Privacidade? Bitcoin é uma das moedas mais fáceis de rastrear do planeta via The Brief