Na última semana, uma conversa em um fórum de suporte do Google, o Issue Tracker, causou certa confusão em relação a uma possível nova funcionalidade para o Android. De acordo com a interpretação inicial da troca de mensagens, um “modo noturno” ficaria disponível já na versão 9.0 do sistema operacional. Mas a verdade não é bem esta. 

Após perceber o alvoroço causado nos fãs pela informação, um representante da empresa tratou de esclarecer a questão, colocando o ocorrido como um “grande mal-entendido”. Na verdade, em vez de disponibilizar uma opção “dark” para os usuários comuns do sistema, a atualização facilitará o desenvolvimento de aplicativos que queiram utilizar esse modo de exibição bastante popular atualmente. 

corpo

“O que nós adicionamos para uma futura versão do Android foi uma configuração voltada para desenvolvedores (via Developer Options) que possibilita alternar o modo UI (user interface), o que tornará mais fácil a criação e o teste de aplicativos que programem o modo noturno. Esse modificador está na plataforma desde a versão Frozen Yogurt (SDK 8), com utilização global via UiModeManager desde o Marshmallow (SDK 23). No entanto, essa alternativa nunca esteve explícita em qualquer lugar das Configurações”, explicou o representante do Google pelo Issue Tracker. 

O esclarecimento causou desapontamento nos fãs da marca dentro do tópico no fórum. “É isso aí, Google, continue indo na contramão do que a gente quer”, comentou um dos usuários. 

As grandes reclamações dos defensores e amantes de aplicativos com possibilidade de habilitação do modo noturno se dá por conta da forte luminosidade emitida pelo aparelho, principalmente em ambientes escuros, o que pode incomodar os olhos, e também pelo alto consumo de bateria. Normalmente, durante o “dark mode”, existe economia de energia.

Alguns aplicativos, como Twitter, Firefox, Opera Mini, Reddit, Wikipedia, Adobe Acrobat Reader, Amazon Kindle, Waze e Google Maps, já disponibilizam versões noturnas gratuitas para seus usuários. 

Cupons de desconto TecMundo: