Sony lançou um produto educativo para crianças, ligado à ciência e tecnologia. Chamado de KOOV, o brinquedo de montar robôs acaba de ser lançado nos Estados Unidos, depois de ter tido bastante sucesso no Japão e na China, no ano passado. A ideia do produto não é apenas construir algo que pode ser controlado, mas sim realmente educar em torno do uso de códigos, por meio de um aplicativo. Fora os modelos pré-concebidos, há inúmeras combinações que vão depender apenas da criatividade e da dedicação dos pequenos.

KOOV vai, portanto, um pouco além de um simples brinquedo: é uma ferramenta para guiar crianças para o seu futuro. Segundo o vídeo de divulgação, ele é voltado a integrantes da nossa “futura geração de inovadores”. Formado por 300 peças e um kit contendo sensores e partes eletrônicas, é possível montar e “dar vida” a vários modelos de robô. São sete tipos de blocos em diferentes cores, para o desenvolvimento da percepção de espaço das crianças. Dois blocos podem ser conectados em 120 combinações, o que abre bastante as possibilidades da construção 3D.

O KOOV é pensado para crianças a partir de 8 anos e, além dos blocos de construção, vem com 30 horas de um programa introdutório para ensinar a linguagem dos códigos, junto ao aplicativo do KOOV e, assim, dar movimentos e controlar os robôs que são construídos. São 23 modelos sugeridos de robôs que podem ser feitos a partir das peças, usando receitas pré-codificadas. A ideia é que, depois dessa primeira  experiência, as crianças possam usar a criatividade e inventar seus próprios modelos originais.

1

Segundo a gerente de marketing do programa, Naasira Wahid, “é importante iniciar as crianças nesse caminho. Dessa forma, no futuro, quando novos empregos aparecerem ligados a esse aprendizado, elas estarão preparadas”. Há também uma plataforma desenhada apenas para os usuários, chamados de “koovers”, onde eles podem compartilhar suas criações. Esse espaço é seguro e não disponível ao acesso de toda a web. Os uploads são monitorados por uma pessoa física, para garantir que tudo corra bem. A Sony pretende fazer a venda do kit, que está em torno de US$ 519, em escolas.