Ser milionário (para não colocar bilionários e trilionários na conta também) não é apenas muito trabalho duro e um pouco de sorte. Claro que tudo isso conta muito, mas é preciso fazer mais do que trabalhar muito e esperar que o destino mexa alguns pauzinhos para que tudo aconteça. Ao menos é isso que acredita o jornalista John Boitnott em artigo para a revista Inc.

O também consultor digital comenta que, o que faz milionários alcançarem esse patamar são alguns truques que eles adotam para a vida, a fim de criar a própria sorte. “Os milionários com quem eu converso regularmente ou sigo on-line asseguram-se de que sua saúde, produtividade e outros fatores estão tão sólidos que o sucesso vem naturalmente”, comenta. Confira alguns pontos citados por Boitnott:

Invista em você

Em um mundo capitalista, é bem fácil desvirtuar alguns valores. O que quero dizer com isso é que, com uma porção de anúncios (e a sociedade) dizendo o que você deve comprar e como deve se vestir, ou que ter é melhor do que ser, é comum gastarmos dinheiro com coisas que nem sempre serão benéficas (vulgo o celular da moda, ou aquele carro que você não pode manter). O segredo, portanto, é trocar a chave e passar a investir em você muito mais do que em coisas - essa é a primeira lição da lista.

trabalho

“Inscreva-se em uma aula que o ajude a melhorar um conjunto de habilidades. Pague para obter a certificação de que precisa para conseguir o trabalho que você deseja. Aprenda outro idioma. Gaste cada noite livre discotecando em um clube local para dominar sua arte como o Dr. Dre fez. Melhore-se para além das habilidades necessárias para o trabalho, e assim melhore a si mesmo no geral”, afirma Boitnott.

Conhecimento nunca é demais, já diziam. Então investir em você mesmo, na sua evolução, é um dos fatores que milionários levam em consideração. Lição para a vida essa, hein?

Tempo, tempo, mano velho

Tempo é o bem mais precioso que se pode ter. Por isso, é importante saber como você o está utilizando. Você está sendo produtivo? Você está utilizando seu tempo para fazer coisas úteis? Ficar horas e horas nas redes sociais jogando conversa fora ou argumentando em discussões desnecessárias não é a melhor forma de ser produtivo, convenhamos. Maratonar séries, tampouco (não que você não possa fazer isso uma vez ou outra, veja bem).

Mas o fato é que, se você quiser ser igual a grandes milionários, você terá de distribuir melhor seu tempo e utilizá-lo de maneira inteligente. “Da mesma forma que consumir um alimento não saudável o machuca fisicamente, o mau consumo de mídia prejudica você mentalmente”, afirma o jornalista. Como medir, então, se o tempo que você gasta com entretenimento, por exemplo, é bom?

pedras

Boitnott comenta: “Se sentar para desfrutar de uma comédia ajuda você a ficar próximo do seu cônjuge, então foi um tempo bem gasto. Se, por outro lado, vocês dificilmente trocaram uma palavra ou assistem a coisas separadas, esse tempo foi bem gasto?” Acho que você sabe a resposta.

Invista, portanto, seu tempo apenas em coisas que irão trazer benefícios, que convertam em valor para a sua vida e para o seu trabalho. Caso contrário, é tempo perdido.

Trabalhe para aprender

O trabalho tem de ser algo que te traga aprendizados no caminho, assim você evolui. Se o que você faz hoje não está mais agregando, hora de rever conceitos e traçar novos planos, não acha?

Aprender constantemente vai te trazer novos conhecimentos e, consequentemente, abrir portas para oportunidades que podem ser mais ricas (se é que você me entende). Muitas pessoas caem naquela tentação de ficar preso por anos em um trabalho apenas por conta do retorno financeiro. Não caia nessa!

Trabalhar apenas pelo dinheiro traz mais ônus do que bônus no fim das contas - e o pacote pode ser bem pesado: frustração, raiva, desânimo. E isso pode impactar diretamente na sua saúde e, adivinha? Sem saúde não se faz nada nessa vida, não é mesmo?

Aí você diz: contas não se pagam sozinhas. Mas eu te pergunto: será que, às vezes, não vale à pena dar um passo para trás, apertar um pouco os gastos e investir em um trabalho em que você pode aprender novas habilidades e que pode te trazer oportunidades melhores no futuro, do que continuar fazendo um monte de coisa que não te acrescenta em nada a não ser alguns números na conta bancária?

Foque em resultados

É comum escutarmos de colegas que “fiquei até tarde no trabalho essa semana para terminar um job”, ou “virei a noite para poder entregar tudo”. Na nossa sociedade, estar constantemente ocupado é sinônimo de sucesso, mas a verdade não é bem essa. Resultados são mais importantes do que horas trabalhadas.

“Criar sua própria sorte é usar o tempo com sabedoria. Mas, mais do que isso. Trata-se de cultivar uma mentalidade onde mais do que apenas o trabalho duro é importante. É sobre no que você está trabalhando duro - e não precisa ser algo que você não gosta. Pode ser algo que faz você feliz ou mesmo calmo, o que tornará o resto de sua vida mais gerenciável. E isso pode trazer mais sucesso do que qualquer outra coisa que você faz o dia todo”, encerra Boitnott.

pescadores

Pode ser que essas dicas não te façam o próximo milionário da face da Terra, mas pode apostar que tornará seus dias mais leves e, quem sabe, o trabalho se torne para você algo menos massante e estressante.

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui

Não é só trabalho duro: 4 atitudes que deram certo com esses milionários via The Brief

Cupons de desconto TecMundo: