Se você acha que o estresse no seu trabalho é de matar, talvez você esteja certo. Pesquisas de diversos países pelo planeta apontam que trabalho demais e problemas graves de saúde física e mental estão mais relacionados do que poderíamos imaginar.

Os pesquisadores da University College de Londres, por exemplo, encontraram uma relação entre o excesso de trabalho e problemas cardiovasculares, especialmente batimento cardíaco irregular ou fibrilação atrial – o que pode aumentar as chances de AVC em cinco vezes. Eles observaram dados de 85 mil trabalhadores, em sua maioria pessoas de meia-idade de ambos os sexos.

Outro estudo, da Columbia University Medical Center, analisou os dados de medidores de atividade física de 8 mil trabalhadores, com mais de 45 anos. A conclusão foi de que se manter sentado em um escritório por longos períodos (mais de 12 horas) tem um efeito similar a fumar. A Australian National University publicou uma pesquisa que afirma: jornadas de trabalho acima de 39 horas semanais são um risco para o bem-estar das pessoas.

Trabalhadores em stand-by

Assim como o seu smartphone, alguns pesquisadores apontam que essa geração de trabalhadores não desliga. É como se estivéssemos sempre em stand-by. Atividades como relaxar, ler um livro e ter um hobby são vistas como preguiça por conta da “mitologia do trabalho”. Mas, trabalhar menos é pior? Na verdade, de acordo com o pesquisador norte-americano Alex Soojung-Kim Pang, não.

trabalhador

O cientista afirma que a maioria dos trabalhadores modernos consegue se manter produtivo por 4 horas diárias. O resto do tempo é consumido por grande quantidade de preocupações. No entanto, só reduzir a jornada de trabalho não necessariamente resolve o problema. Afinal, poucas horas de uma atividade altamente estressante ainda é... altamente estressante.

Pesquisadores afirmam que trabalhar mais do que 39 horas semanais pode ser um risco à saúde

Para piorar as coisas, a tecnologia não está libertando ninguém. Em 2002, menos de 10% dos colaboradores acessavam o email corporativo fora do escritório. Esse número subiu para mais de 50% atualmente, segundo dados apontados pelo The Guardian. O ambiente de trabalho também pode ser a causa de problemas de saúde. Estresse prolongado, ansiedade e longos períodos de inatividade são “assassinos em potencial”.

Será que empregos melhores para nossas condições física e metal e menos horas de trabalho são uma utopia?

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui

Tá na hora de assumir: seu emprego pode estar te matando via The Brief

Cupons de desconto TecMundo: