Uma das empresas mais involuntariamente citadas por universitários brasileiros acaba de se tornar parte de uma transação bilionária nos Estados Unidos. O motivo para isso? Bem simples... A companhia norte-americana foi adquirida pela japonesa Fujifilm em uma negociação que envolve nada menos do que US$ 6,1 bilhões (é pouco pra você?).

Essa nova combinação de forças deve gerar receitas próximas aos US$ 18 bilhões anuais, sendo que ainda vai haver bastante separação entre os negócios atendidos por cada uma das (agora) divisões. Até mesmo as barreiras físicas mostram isso, pois Xerox permanece nos EUA e Fujifilm mantém seu comando em Tóquio.

Ao final do processo de aquisição, cada ação da Xerox será recomprada dos investidores pelo valor de US$ 9,80 por papel (49,9% das ações). A Fujifilm será proprietária de 50,1% dos valores restantes. A empresa vai manter as marcas Xerox e Fuji Xerox funcionando da mesma maneira que antes, mas são esperados cortes de mais de 10 mil trabalhadores na Ásia.

Cupons de desconto TecMundo: