Spotify teria feito um pedido para abrir suas ações, o que costuma se chamar de Oferta Pública Inicial (IPO). Assim, as ações da empresa vão poder ser vendidas ao público geral por meio de uma Bolsa de Valores e a companhia se torna de capital aberto. Segundo informou a Axios e a CNBC, diversas convenções da IPO podem ser ultrapassadas para que as ações do Spotify cheguem diretamente na Bolsa de Valores de Nova York ainda em 2018.

A plataforma de streaming foi processada em cerca de US$1,6 bilhão, ou R$ 5,2 bilhões, por quebra de copyrights de uma série de músicas

Já faz algum tempo que rumores sobre a Oferta Pública Inicial do Spotify ganham força e a plataforma já pediu confidencialidade no processo no último mês de dezembro. Segundo a CNBC, a empresa vai ignorar a venda de ações para ser listada diretamente na Bolsa de NY no final do primeiro trimestre de 2018, significando que as ações não têm preço predeterminado.

Alguns problemas, porém, podem atrasar um pouco o processo: a plataforma de streaming foi processada em cerca de US$1,6 bilhão, ou R$ 5,2 bilhões, por quebra de copyrights de uma série de músicas veiculadas no serviço. A empresa não se manifestou até agora sobre nenhuma das informações veiculadas.