Microsoft conseguiu o registro de uma nova patente nesta semana, e o documento é incrivelmente esclarecedor, colocando mais lenha da fogueira dos rumores acerca de um dispositivo Surface dobrável, com duas telas.

Os detalhes da patente cobrem basicamente a dobradiça do aparelho, coisa que a Microsoft é famosa por desenvolver. Bons exemplos são as dobradiças do Surface Pro, que vêm sendo melhoradas a cada ano e se tornaram muito mais versáteis do que antigamente, bem como aquela encontrada no Surface Studio e, especialmente, a do Surface Book.

wipo

Essas informações acerca da dobradiça não revelam muito sobre as possíveis funcionalidades do dispositivo, mas é interessante notar que não há uma Surface Pen sendo exibida em nenhuma das imagens da patente.

De qualquer maneira, é mais interessante ainda observar os casos de uso que os engenheiros da divisão Surface destacaram como exemplo nesse documento. Uma delas mostra uma pessoa usando o dispositivo totalmente aberto e posicionado em uma superfície plana, como se fosse um tablet de fato. Em seguida, vemos o aparelho simulando um notebook, com teclado e touchpad virtual na tela inferior e informações sobre o tempo na superior. Há ainda a possibilidade de usar ao aparelho no modo tenda, como se fosse um notebook híbrido.

surface

Rumores especulam que esse projeto se chama Andromeda internamente, e a Microsoft estaria desenvolvendo um app para anotações bastante completo para o aparelho, que conseguiria entregar uma experiência de uso bem similar à de um caderno propriamente dito.

Vale destacar por último o tamanho do aparelho. Note que, apesar de haver uma imagem mostrando o modelo funcionando como um notebook comum, ele parece muito pequeno na comparação com a mão do usuário em todas as situações de uso. Isso corrobora rumores de que o dispositivo seria de fato pequeno o suficiente para caber em um bolso quando dobrado e funcionaria como uma espécie de Moleskine digital.

surface

Mas como se trata de uma patente de uma gigante da tecnologia, existe sempre a possibilidade de isso nunca se tornar realidade. Ainda assim, é bom relembrar que, antes de lançar o Surface Studio, a Microsoft registrou uma patente para uma dobradiça que descrevia com exatidão o design geral do computador. Ou seja, essa pode ser a primeira espiada “oficial” que teremos do próximo lançamento da companhia.